A meio caminho

Nunca fui fã de noitadas, nunca tive o hábito de fumar ou beber e das poucas vezes que provei um gin, passei tão mal que, enquanto me lembrar, dificilmente voltarei a repetir. Penso que a maior loucura que cometi na adolescência, foi ficar até de manhã na discoteca sem avisar a minha mãe – e ela ficou tão preocupada que me senti pessimamente durante muito, muito tempo. Não posso dizer que a idade me tenha mudado muito. Continuo profundamente disciplinada, a seguir com rigor as regras e os horários. Só que, hoje, aceito e respeito-me como sou.

Quando era mais nova, era sempre definida como a ” bem comportada “, aquela que dificilmente quebrava as regras. E se para alguns isso poderia ser uma virtude, eu via-o como um dos meus pontos fracos. Quando me criticavam por ser tão correta, muitas vezes em tom de gozo, sentia uma enorme vontade de ser mais rebelde. De mostrar que não era bem assim como diziam. Que podia ser bem comportada, mas que era também muito mais do que isso. Acima de tudo, não queria passar por ” tontinha “.

Continue reading “A meio caminho”

Pré-Venda on-line

Posso finalmente levantar a ponta do véu a este projecto tão pessoal ao qual estive dedicada no último ano.

 



“ A meio caminho “ não é uma autobiografia ( nem poderia dado o tanto que ainda espero viver ),  não é um diário. É a história real que me traz de volta às emoções do meu ‘meio caminho’ já percorrido que por vezes me roubaram o sorriso e outras tornaram-no mais brilhante.
Continue reading “Pré-Venda on-line”

Natureza revigorante

O maior luxo dos nossos dias.

A possibilidade de sair sem tempo, embrenhar-me na natureza, como em criança, e desfrutar de cada detalhe que encontro pelo caminho. Dou por mim a fotografar as flores lavanda que não vira na floresta anteriormente. E as cores vivas dos chorões, verde, rosa, amarelo, que pintam a paisagem que tanto ansiava voltar a ver nos dias de isolamento solitário do meu apartamento em lisboa.

 

 

A natureza é ‘mutante’. Não vi aquelas flores ali anteriormente. Teria dado por elas. Nem as voltei a ver vigorosas nos dias seguintes da caminhada. Porque esta natureza selvagem não tem regra, floresce à ordem do vento, da chuva, do sol. E é curto o tempo para a apreciar. Mas os registos fotográficos que lhe tiram o cheiro, eternizam as cores e os momentos. Assim, poderei agora voltar a eles do isolamento do meu apartamento quando regressar a lisboa.

 

 

Este refúgio secreto palmilhado vezes sem conta pelo meu pai, longe da multidão, é revigorante. Voltar a sentir o sol no rosto e o vento no cabelo. Voltar a ouvir o som dos ramos das árvores quando as rajadas as fazem vibrar ao meu lado. Continue reading “Natureza revigorante”

Olá Fevereiro!

Fevereiro é o meu favorito! O mês em que nasci, o mês do amor, o mês do carnaval!

Gosto sempre de o recordar assim, mesmo que mais velha a cada vez que festejo a sua chegada, mas adoro fazer anos. As recordações da infância por esta altura são tão boas, e os mimos que recebo especialmente no meu dia, tornam o mês mais pequenino do ano tão especial. E é incrível como gosto mais de mim a cada ano que passa.

E este ano completo 37 anos felizes!

 

Continue reading “Olá Fevereiro!”

2020 já começou!

Novo ano! Nova década! 
Este ano tem muito para dar certo, vamos fazer por isso! E a melhor maneira de eu dar as boas vindas a 2020 é a trabalhar! 




Da lista de resoluções, cuidar mais de mim, mudar a forma como me dou ao outros. Não dar espaço para o que não vem por bem, são planos já em prática. Este ano olho mais para mim, para o que realmente importa e para o que me torna uma pessoa melhor todos os dias. Continue reading “2020 já começou!”

A contagem para o Natal

Quase em contagem decrescente para o natal, o espírito mágico da temporada invadiu a casa e cada dia é dia de festa.

 

Sempre gostei do natal… De andar pelas ruas a apreciar as luzes e as decorações coberta de roupa para me proteger do frio. Das feirinhas e do chocolate quente! Das surpresas que quero fazer à família na consoada. Do bolo que quero preparar este ano. E até de ouvir as faixas do Nat King Cole e do Frank Sinatra enquanto bebo uma caneca de chá e faço check aos episódios do The Crown. Continue reading “A contagem para o Natal”

Respirar Açores

Estamos a meio da semana e a quarta-feira parece-me um bom dia para recordar a tranquilidade dos Açores.

 


O último fim-de-semana foi um misto de trabalho e lazer pela ilha de São Miguel que me recebe sempre tão bem. É uma terra de boas energias. Boa para limpar a alma, descansar, respirar ar puro e para nos embrenharmos pelos trilhos da natureza pura.

Desta vez além de gravar pelos sítios mais emblemáticos da ilha tive a oportunidade de me aventurar e experienciar o canyoning.

Partimos da Ribeira dos Caldeirões num percurso pela floresta até à primeira descida. Tinham-me dito que para principiante aquela primeira descida pela pedra não seria fácil de encarar. Mas fui. Continue reading “Respirar Açores”

Halloween

Depois do Natal, o Halloween é a minha época do ano favorita. Adoro esta descida ao mundo negro das criaturas que vivem no imaginário, aprimorado a cada ano e hoje celebrado em todo o mundo!

 

 

Sim, foi uma tradição que importámos… Mas já não vou para nova e desde que me lembro, celebro o Halloween! Por isso não é algo assim tão novo!

Para os mais distraídos e contrariamente a alguma opinião popular, a origem do Halloween pouco tem a ver com os Estados Unidos. É britânica trazida pelo povo celta há cerca de 2000 anos atrás !

Continue reading “Halloween”