Portugal o melhor destino do mundo

A World Travel Awards atribuiu há dias a Portugal o prémio de ‘Melhor Destino Turístico do Mundo’, deixando para trás países como Brasil, Grécia, Maldivas, EUA, Marrocos, Vietname, Espanha, entre outros. E depois de em Setembro ter ganho o prémio de ‘Melhor Destino Europeu’.

 

 

Também lisboa saiu vencedora com o prémio de ‘Melhor Destino’ para ‘ City Break ‘ do mundo, pela sua atractividade e oferta de excelência quanto a estadias de curta duração.

Já a Parques Sintra, venceu pelo quinto ano consecutivo a categoria de ‘Melhor Empresa do Mundo em Conservação’, distinguida pelo trabalho de recuperação e restauro dos parques e monumentos que gere.

Na verdade seria expectável esta nomeação dado o crescente aumento do turismo por todo o país. Continue reading “Portugal o melhor destino do mundo”

Estamos mais gulosos

Será? Estamos mais gulosos! Pelo menos é isso que a imprensa divulga… E ainda nem chegámos ao natal! Ai sim, é para rebolar.

Mas vejamos, de acordo com a associação do sector, o consumo per capita de chocolate em Portugal era de 1,5 quilograma (kg)/ano há cinco anos e deverá rondar os dois quilos no final deste ano!

 

 

Mea culpa! Não resisto a um pedaço de chocolate negro com uma chávena de café. Continue reading “Estamos mais gulosos”

Lisboa cidade Natal

Agasalhem-se, aproveitem o feriado e descubram lisboa. Apreciem os enfeitem natalícios pela cidade!

Vamos esquecer por instantes os conflitos do mundo. Dezembro está ai… O mês mais bonito do ano! Para mim é… Simbolicamente, o mês da família, dos afetos… Com um sentido religioso e de amor muito forte.

 

 

Por Lisboa a data já se sente em toda a cidade… A árvore de natal com 30 metros de altura, o equivalente a um prédio com 10 andares, faz as delicias da criançada em pleno terreiro do paço.

Este ano o videomapping de natal deixa o terreiro do paço e segue até à Alameda. Na fonte Luminosa, de 14 a 23 de dezembro, será projectada a ‘ Lisbonland ‘, com sessões às 19h, 20h e 21 horas. A música de Cuca Roseta, duendes e o pai natal desfilaram pela primeira vez pelas ruas! Se perderam o desfile do passado feriado e fim de semana, não desanimem há muitos mais para ver.

São 36 as ruas da capital que recebem a decoração de natal com mais de 2 milhões de lâmpadas LED, e que até ao inicio do novo ano embelezam a cidade. Continue reading “Lisboa cidade Natal”

Destinos do novo ano

A um mês de encerrar 2017, já é tempo de balanços e desejos. O espetáculo ‘A volta ao mundo em 80 minutos’ que fui ver recentemente no Casino do Estoril, apurou a vontade de dar quilómetros de aventuras aos sapatos. E viajar!

Qual o destino para começar 2018?

O ritmo do dia-a-dia torna-me pouco exigente. De momento, qualquer local do mundo que me faça ir mais além, é perfeito.

Que tal começar aqui ao lado com uma ida a Londres?! Quero muito! De certo será uma cidade a voltar mesmo muito em breve. Saudades dos museus, das exposições de arte, dos jardins da cidade, dos guardas-reais carrancudos e até do chocolate quente a observar o Tamisa e a Tour Bridge.

 

 

A pensar no calor… México! Tulum! Perfeito para recuperar o bronzeado com ritmo de mariachi. A mística do roteiro pelas piramidas maya e o mergulho em lados de grutas de peixes cegos. Perfeito para renovar energias para o novo ano! A boa energia que senti neste local…

 

 

O livro ‘ Best in travel 2018 ‘ da Lonely Planet dá todas as sugestões e indicações de roteiros para 2018… Continue reading “Destinos do novo ano”

Os animais de estimação e a longevidade

Este é o artigo inteiramente dedicado aos companheiros de quatro patas. E aos benefícios, além dos óbvios, de adotar um animal de estimação.

 

 

Não é nova a integração dos animais em variadas terapias, agora um estudo reforça a sua importância na redução do risco de acidentes cardiovasculares, ao promover o suporte social e a motivação para por exemplo, a prática do exercício físico.

Durante 12 anos, os investigadores cruzaram e analisaram os dados de mais de 3.4 milhões de indivíduos entre os 40 e os 80 anos, sem registos de doenças cardiovasculares anteriores a 2001, na tentativa de perceber se ser dono de um cão influenciaria no diagnóstico de doenças cardiovasculares ou na morte por qualquer causa.

 

 

Viver só com o cão pode reduzir o risco de morte em 33%, e o risco de morte associado a problemas cardiovasculares em 36%; em comparação com quem vive sozinho e sem animais de estimação. O risco de ataque cardíaco reduz-se também em 11%. Continue reading “Os animais de estimação e a longevidade”