Pele de Outono

Setembro é o mês da transição. Com o final dos dias da pele dourada em que na generalidade usamos menos maquilhagem, preparamo-nos para a estação amena com a palavra de ordem, hidratar.


Não há uma formula mágica padrão, os meus cuidados de rosto adequam-se ao meu tipo de pele e à forma como reage às mudanças de temperatura e condições do ar. Que variam a cada estação. Por isso as necessidades da pele e os tratamentos de rosto também estão de acordo com essas necessidades. E o que vale para mim pode não ter o mesmo efeito noutra pessoa.

Tenho a pele mista e é impensável usar produtos de rosto à base de óleo. Ainda assim há alturas do ano em que o meu rosto está especialmente seco e opto por hidratar com creme de rosto reparador, oil-free, para pele sensível e enriquecido em água termal. No meu caso o Skin Recovery Cream da Avene e também o found de teint Couvrance 4.0 que mantém uniforme a tonalidade do rosto e a proteção solar SPF20 ( sobretudo para quem tem algumas manchas de acne ou do sol ) mesmo durante o outono.

No entanto o segredo está também, e sobretudo, na limpeza da pele. Muitas subestimam o poder da limpeza do rosto, um passo importante, porque se pensarmos bem é o que prepara a pele para os cuidados que se seguem.

Se usamos um bom hidratante e não temos o cuidado primário de limpar bem os tecidos, a ação dos produtos que cuidam e protegem o rosto ao longo do dia ou noite, não terá o mesmo efeito.

É importante conhecer o seu tipo de pele também na escolha do produto de limpeza de rosto já que se usa um gel de lavagem de rosto pode secar demasiado a pele ou se usa um creme de limpeza pode tornar-se oleoso. O que terá influência posteriormente na eficácia e conforto do rosto com outros produtos.

Eu uso uma solução micelar desmaquilhante para pele sensível oil-free. Mas nada do que escolho é estanque. Adequa-se sempre às necessidades da minha pele e à forma como reage aos produtos a cada estação .

O ácido hialurónico é um bom aliado, pelo boost de hidração, nesta altura do ano em que sinto a pele mais seca e opaca. Mas o ideal será sempre confirmar com  o seu dermatologista quais os melhores produtos para si.

Também as rosas tem um poder tremendo. Quando era miúda a minha mãe trazia-me água com pétalas de rosa, que deixava em pose durante a noite e fui mantendo a receita caseira ao longo dos anos. As rosas são um ingrediente ancestral de cuidado de rosto, no combate à vermelhidão, à inflamação e à irritação e secura da pele. Um tópico extra é o óleo rosa mosqueta um cicatrizante infalível, já usado pelos índios, que me foi indicado pela minha dermatologista e que uso pontualmente, quando necessário, nas zonas específicas a tratar.

Já a esfoliação é um processo que faço de forma suave no verão, usando apenas, por exemplo a fricção uma toalha de esfoliação ligeiramente mais áspera, e que intensifico nos meses frios com um gel esfoliante de rosto. Aplico uma a duas vezes por semana durante o banho. A opção será fazer uma mistura de mel, açúcar e uma gota de limão e aplicar no rosto com movimentos circulares suaves, insistindo na zona T e no nariz.

Partilhar:
Iva Lamarão

Iva Lamarão

Deixe uma resposta