Os ‘ clock genes ‘ e as noite mal dormidas

 

image

 

Clock genes ( Circadian Locomotor Output Cycles Kaput) ou traduzido à letra, genes relógio, são conhecidos por regular os processos metabólicos nos tecidos periféricos, como por exemplo a oxidação da glucose. Mas também tem implicações na sinalização das vias que conectam a organização bioquímica dos organismos com o ambiente e com os nossos hábitos de vida.

Estes genes que controlam os relógios biológicos das células, são alterados após a perda de uma noite de sono.
Análises moleculares mostram que a regulação e actividade dos  Clock genes  ou genes relógio, é alterada depois de uma noite de perda de sono.

A actividade dos genes é regulada por mecanismos chamados epigenéticos. Que envolvem alterações químicas nas moléculas de DNA como grupos metil – num processo chamado metilacao – que regulam a expressão dos genes.

As noites mal dormidas ou a perda de horas de sono, levam a alterações no genoma dos tecidos e na expressão dos genes, que afectam o metabolismo por longos períodos.

 

image

 

Na prática promovem distúrbios do sono ( insónias ), a longo prazo e no humor. Apresentam também implicações na gravidez. Levam à alteração dos níveis de glucose no plasma e no ritmo de consumo de comida.

Variações dos mecanismos epigenéticos destes genes, podem também estar relacionados com alguns tipos de cancro.

A qualidade do sono é um bem essencial ao ser humano e tem efeitos a longo prazo na sua saúde. Por isso relaxe e bons sonhos.

 

Fonte:

http://press.endocrine.org/doi/10.1210/JC.2015-2284

https://www.unifr.ch/biochem/assets/files/albrecht/publications/AlbrechtRipperger.pdf

Partilhar:
Iva Lamarão

Iva Lamarão

Deixar uma resposta