Existirão diferenças cerebrais no homem e na mulher?

É do senso comum que nós mulheres somos muito mais emocionais que os homens e lembramo-nos mais facilmente de pequenos detalhes na memória. Temos uma maior sensibilidade e habilidade pratica de resolver questões do quotidiano. Sendo o homem muito mais fisico.
O que leva a pensar em diferenças no homem e na mulher, também a nivel cerebral.

Terá o cérebro da mulher, sobretudo em zonas cerebrais relacionadas com as emoções, diferenças relativamente ao cérebro masculino?

 

151029185544_1_540x360

 

Um estudo da Rosalind Franklin University of Medicine and Science, pôs por terra a ideia generalizada de que, o hipocampo, parte crucial do cérebro para a memória e a conecçao das emoções, é maior na mulher que no homem.

 

amigdala-e-hipocampo

 

Meta-análise, de volumes de ressonância magnética estrutural, técnica estatistica que permite aos investigadores combinar os resultados de vários estudos independentes, com uma visão abrangente… Mostrou não existirem diferenças significativas no tamanho do hipocampo entre homens e mulheres e ainda não haver diferenças no corpo caloso, zona branca do cérebro, que comunica os hemisférios.

O hipocampo existe em ambos os hemisférios cerebrais, debaixo do córtex cerebral.

Os resultados contestam a alegação de que, um hipocampo desproporcionalmente maior, explica a tendência das ‘ fêmeas ‘ para uma maior expressividade emocional, habilidades interpessoais mais fortes e melhor memória verbal.

Até aqui, será certo que a nivel estrutural, não existirão diferenças no cérebro, mas provavelmente o modo como é processada a informação em cada género  terá de explicar a diferente reação e comunicação a estimulos de relação interpessoal e diferente percepção emocional do homem e da mulher.

 

 

cerebro_anotado

 

 

 

Referência

Anh Tan, Wenli Ma, Amit Vira, Dhruv Marwha, Lise Eliot. The human hippocampus is not sexually-dimorphic: Meta-analysis of structural MRI volumes. NeuroImage, 2016; 124: 350 DOI:10.1016/j.neuroimage.2015.08.050

Partilhar:
Iva Lamarão

Iva Lamarão

Deixar uma resposta