De outro dia dos namorados

Um jantar romântico, uma massagem a dois, um fim de semana em Paris, um passeio de balão pela Capadócia…

Poderiam ser os planos para este dia… Como tantos outros que temos.

 

image

 

Mas, terá de haver um dia de especial para ‘ celebrar ‘ o amor… Se não tenho memória de um dia dos namorados contigo…

Seria necessário desgastarmo-nos na tentativa de marcar um jantar romântico e uma massagem relaxante, nos nossos locais favoritos, neste dia a abarrotar de casais com as mesmas boas intenções românticas e apaixonadas?

 

Acho bonito este dia, mas não ligo. É sempre mais um que passo a trabalhar. E as memórias, para marcar a celebração, vêem-me de outros tantos dias dos namorados… Todos aqueles, em que os quilómetros de distância e as escolhas profissionais de cada um, permitem.

 

 

Hoje, novamente, o meu dia é a trabalhar, na vila mais romântica de Portugal, Vila Verde. Conhecem a tradicão dos lenços dos namorados?

Tiveram origem no século XVIII e eram, segundo a tradição minhota, panos de linho ou de algodão com motivos florais, símbolo do amor e mensagens em quadras num português arcaico, bordados por raparigas que declaravam o seu amor através deste código.

 

image

 

image (2)

 

Seja de que forma for, celebrem o amor todos os dias. Com pequenos gestos, atitudes… Façam diferente. A vida é uma só.

Para mim,  o amor, nas suas diferentes formas, é o combustível de tudo… É o mais importante de tudo. O material de que são feitas as memórias… Aquelas que guardamos até ao fim da vida.

 

Feliz dia dos namorados!!

 

tumblr_inline_mzc5iwkjTr1r6xosk

 

Partilhar:
Iva Lamarão

Iva Lamarão

Deixar uma resposta