Celulite e retenção de Inverno

São vários os artigos que dediquei a este tema… E nenhum é demais quando se trata de travar este mal que afeta a generalidade das mulheres.

Os dados apontam que a inestética ‘ casca de laranja ‘ afeta de 85% a 98% das mulheres após a puberdade. Esta alteração, resultante da inflamação e retenção de água no tecido adiposo, pode ser causadora de inseguranças e desconforto, especialmente no verão desde quando vai à loja fazer a prova do novo biquíni… Especialmente no provador, quando não gosta do que vê.

Pois, comece já a pensar em si e cuide-se… Aposto que a sensação no espelho do provador é a mesma quando foi experimentar aquele vestido maravilhoso que encontrou há dias nos saldos!

Para quê nos escondermos em cintas, roupas mais largas, calças modulantes, se os cuidados mais simples são os que por vezes fazem a diferença e não os tem! E não me refiro a uma rotina de sacrifício, mas de cuidados.

 

IMG_5307

 

Os experts dividem por graus de celulite cada estado…

Grau 1, quando não é percetível a não ser que faça pressão em forma de pinça. Ou quando se senta em determinada posição de pernas.

Grau 2, visível sem necessidade de qualquer pressão. Está lá e começa a chatear.

Grau 3,  mais grave.  Com alguma irregularidade de formas na cocha e rabo. Pode ser dolorosa.

Grau 4, forma nódulos de fibrose que podem ser dolorosos. Apresentam pontos na região afetada mais rígidos.

 

Há questões que se levantam depois disto… Qual o volume de água que bebe por dia? Quantas vezes vai ao WC? Qual a coloração da sua urina?

Normalmente a resposta é que não bebe tanta água como deveria. Eu digo o mesmo! A questão é que muitas vezes o aspeto da pele passa pela retenção de líquidos e não é um quadro de celulite. Isto porque a retenção provoca também irregularidades na pele e se o balanço hídrico, ou seja a quantidade do corpo, não estiver nos parâmetros adequados pode haver um equívoco quanto à origem da celulite.

 

IMG_5308

 

Experimente fazer o cálculo de água ajustável ao seu corpo. 40 ml de água por cada Kg de peso e veja se nota diferença. Evite alimentos que causam retenção como sal, açúcar, derivados de farinha branca, refrigerantes, alimentos processados e ricos em sódio ( sal ).

Os peritos na matéria recomendam que pode substituir  o sal que normalmente usa por sal de ervas, que contém ervas que promovem a eliminação do excesso de líquidos. E, intensifica o sabor dos alimentos, o que leva a que menos quantidade de sal seja necessária. Fácil e simples. Pode fazer em casa…

 

Ingredientes:

2 chávenas de sal marinho, sal do Himalaia ( no Celeiro ) ou sal grosso.

1 chávena de manjericão fresco

1 chávena de alecrim ou salsa fresca

1 chávena de cebolinho fresco

Como fazer:

Bata o manjericão, o cebolinho e o alecrim lavados e secos, no liquidificador. Junte o sal aos poucos e continue o processo. Guarde num recipiente com tampa no frigorifico, até 4 meses e vá usando.

 

Opte também pelo consumo de alimentos diuréticos! Chá de hibisco e chá de cavalinha.

O chá detox da Lipton é ótimo também. Ajuda a Centella Asiática ( no Celeiro ), massagens e exercício físico.

 

IMG_5306

 

Cuidem-se! Porque embora a questão estética possa parecer o objectivo mais evidente, tratar de nós é fundamental para uma vida saudável e um melhor envelhecimento.

Partilhar:
Iva Lamarão

Iva Lamarão

1 comment

  1. Parabéns. Este post dá boas dicas que podem ser utilizadas no dia a dia e em casa.

Deixe uma resposta