Alimentação biológica e o cancro

É de senso comum que os alimentos biológicos, aqueles que em tempos vinham da casa da avó e de uma agricultura ‘ saudável ‘, são muito mais benéficos para a saúde.

Agora há mais um fundamento cientifico…

 

 

Um estudo, publicado na revista JAMA Internal Medicine, concluiu que quem consome preferencialmente produtos oriundos da agricultura biológica apresenta uma redução de 25% no risco de ter cancro. E a explicação “mais provável” para este resultado encontra-se na “presença de resíduos de pesticidas sintéticos, muito mais frequentes e em doses bem mais elevadas, nos alimentos provenientes da agricultura convencional, em comparação com os produtos biológicos”, diz Emmanuelle Kesse-Guyot, investigadora envolvida no estudo. Continue reading “Alimentação biológica e o cancro”

Castanhas para adoçar a estação

Elas chegam para nos adoçar o gosto. Vem com a estação fria e trazem benefícios para a alimentação que muitos de nós desconhecemos.

Em tempos, a castanha era frequente no regime alimentar como substituto da batata, nas sopas e nos purés. Hoje pode ser vista como o alimentar a evitar…

Mas estão longe de ser um inimigo. Até mesmo para quem segue uma dieta de emagrecimento.

Se bem que o seu nutricionista saberá melhor aconselhar se poderá incluir a castanha na sua dieta… Mas são conhecidos os seus benefícios.

 

 

Continue reading “Castanhas para adoçar a estação”

Uma limonada, Sff

Quem é fã de limonada ponha a mão no ar!

Eu estou super fã. E aprendi a aperfeiçoar a receita!

Se aliarmos o facto de ser um refresco rápido de preparar e que realmente me ‘apaga’ a sede, aos benefícios que apresenta para a saúde, é ainda mais perfeito.

Parece interessante falar da limonada caseira por não contribuir com calorias extras para a dieta e desinchar a barriga inflamada! E quem o diz são os nutricionistas, como a espanhola Itziar Digon, que vai mais longe e deixa a dica de uma limonada com base de gengibre, pepino e hortelã.

 

 

Continue reading “Uma limonada, Sff”

Telemóvel: a obsessão da década

O telemóvel é a obsessão da década. São muito poucos os que passam um dia sem ‘olhar’ para o telemóvel.

A facilidade da partilha de informação e a velocidade a que esta chega, para além das possibilidades de negocio e contato que as redes sociais possibilitam tornam impossível à geração mais informada não aceder ao clique, a qualquer hora, em qualquer lugar!

Talvez a primeira coisa que faça quando acorda e a última antes de dormir seja ‘checkar’ o seu feed ? Estou enganada ou sou só eu?!

 

 

Os estudos deixam claro os efeitos deste ‘vicio’ para a saúde e são perentórios… A partir das 22h30 esqueça o telemóvel! Tudo o que interrompa o normal circuito circadiano aumenta a probabilidade de instabilidade emocional, depressão e até bipolaridade. Continue reading “Telemóvel: a obsessão da década”

Um ovo por dia na prevenção das doenças cardiovasculares

Sabe-se que as doenças cardiovasculares, como as cardiopatias isquémicas e os acidentes vasculares cerebrais (AVC), são as maiores causas de mortes do mundo. E os maiores alvos de estudos e preocupações, a par da doença do século, o cancro.

Num estudo realizado na China, país onde grande parte das causas mortais é o derrame cerebral, apontam-se os ovos como fonte importante de colesterol mas também de proteínas de alta qualidade, muitas vitaminas e componentes bioativos, como os fosfolipídeos (lípidos que contém ácido fosfórico) e carotenoides (importantes na alimentação e antioxidantes).

 

Continue reading “Um ovo por dia na prevenção das doenças cardiovasculares”

Batatas fritas para a calvície?

A noticia corre os tabloides de todo o mundo. E mesmo assim, não sei se me convence… Mas se sofrem de calvície ou de falta de cabelo… Este artigo é para vocês…

Os cientistas da Universidade de Yokohama desenvolveram um método de cultura de folículos capilares que crescem muito rapidamente. Cultivando estas células em pequenos recipientes de silicone – usando dimetil polissiloxano, o químico usado pela MCDonald’s – criaram muitos “embriões de folículos capilares”, na sigla inglesa HFG. Continue reading “Batatas fritas para a calvície?”

Doença do sono não é apenas um disturbio

Quando falamos de doença do sono, pensamos logo à partida em distúrbio do sono. E em dificuldades relacionas ao sono.

Os sintomas costumam variar muito de um distúrbio para o outro, como dificuldade para adormecer, no caso de insónia, ou comportamentos anormais durante o sono, como levantar da cama e caminhar, no caso de sonambulismo.

Em Portugal, de acordo com os resultados obtidos em alguns estudos, 28,1% da população com mais 18 anos de idade sofre de sintomas de insónia, pelo menos três noites por semana.

 

A insónia é o distúrbio do sono mais frequente no adulto e associa-se a importantes consequências, como o aumento da mortalidade causada por doenças cardiovasculares, distúrbios psiquiátricos, acidentes e o absentismo laboral.

 

 

 

Novos dados evidenciam que a doença do sono não é apenas um distúrbio do sono mas uma doença infecciosa letal em africa. Ameaça dezenas de milhões de pessoas nos países da África subsariana e é transmitida pela picada da mosca tsé-tsé infetada com o parasita ‘ Trypanosoma  brucei ‘.

O estudo conta com uma equipa internacional de investigadores que inclui a portuguesa Luísa Figueiredo. Continue reading “Doença do sono não é apenas um disturbio”

Black for gender equality

#timesup foi o hastag mais partilhado na passada madrugada de segunda-feira.  E a voz activa de Hollywood contra os abusos sexuais na 75a cerimónia dos Globos de Ouro.

 

#timesup instagram

 

Uma noite única, que ficará para todo o sempre como o momento da viragem na indústria cinematográfica. Igualdade de direito para homens e mulheres. O fim da era de abusos sexuais por quem tem poder e influência. E um exemplo para o mundo e para outras áreas de negócio, onde esta também é uma realidade. Estamos no século XXI mas ainda estamos longe da igualdade do género, da raça, de direitos.

 

Actrizes e activistas

 

Foi bonito ver as estrelas que acompanhamos na tela do cinema a desfilar de negro, respeitando a sugestão da organização do evento e o propósito da causa. Continue reading “Black for gender equality”

Estamos mais gulosos

Será? Estamos mais gulosos! Pelo menos é isso que a imprensa divulga… E ainda nem chegámos ao natal! Ai sim, é para rebolar.

Mas vejamos, de acordo com a associação do sector, o consumo per capita de chocolate em Portugal era de 1,5 quilograma (kg)/ano há cinco anos e deverá rondar os dois quilos no final deste ano!

 

 

Mea culpa! Não resisto a um pedaço de chocolate negro com uma chávena de café. Continue reading “Estamos mais gulosos”