Arrábida e as cores do verão

Arrábida! De uma beleza postal em tons de azul e verde.

 

 

Um paraíso a 1 hora de Lisboa, que se enche de multidões e pode tornar-se na maior confusão. Mas rumar a este destino com quem conhece bem a região tem vantagens.

Um amigo de azeitão, desafiou-me para um dia de praia, mar, natureza… A melhor maneira de aproveitar o dia de folga para desligar, relaxar.

 

 

Do roteiro, o café em plena vila de azeitão, acompanhado de um doce tradicional. O mergulho e banhos de sol numa das praia mais exclusivas ( ainda possível de encontrar ). O robalo grelhado junto à praia. E o passeio pelo estuário do sado para observar golfinhos.

 

 

Com mais tempo, a visita ( e degustação ) à casa de vinhos José Maria da Fonseca em azeitão, uma das mais prestigiantes casas produtoras de vinho da região.

Também o Convento da Arrábida, construído no século XVI que abrange, ao longo dos seus 25 hectares, o Convento Velho, situado na parte mais elevada da serra, o Convento Novo, localizado a meia encosta, o Jardim e o Santuário do Bom Jesus.

A gruta da Lapa de Santa Margarida, de difícil acesso por terra. Situada no sopé da serra da Arrábida, um local de peregrinação, sobretudo por pescadores, com uma capela um pouco degradada construída no séc XVII.

Saibam mais aqui.

 

Bons passeios!

 

Partilhar:
Iva Lamarão

Iva Lamarão

Deixe uma resposta