Alimentação biológica e o cancro

É de senso comum que os alimentos biológicos, aqueles que em tempos vinham da casa da avó e de uma agricultura ‘ saudável ‘, são muito mais benéficos para a saúde.

Agora há mais um fundamento cientifico…

 

 

Um estudo, publicado na revista JAMA Internal Medicine, concluiu que quem consome preferencialmente produtos oriundos da agricultura biológica apresenta uma redução de 25% no risco de ter cancro. E a explicação “mais provável” para este resultado encontra-se na “presença de resíduos de pesticidas sintéticos, muito mais frequentes e em doses bem mais elevadas, nos alimentos provenientes da agricultura convencional, em comparação com os produtos biológicos”, diz Emmanuelle Kesse-Guyot, investigadora envolvida no estudo.

Foram envolvidos 70 mil voluntários, divididos em vários grupos, dos consumidores habituais de produtos biológicos aos que nunca os compram, passando por aqueles que ocasionalmente os adquirem.

Durante os sete anos do estudo, surgiram no grupo de pesquisa 1 340 casos de cancros – e foi aqui que os investigadores detetaram a referida redução de risco de 25% de doenças oncológicas nos consumidores habituais de alimentos biológicos.

Uma das grandes novidades nas conclusões deste estudo é a ligação altamente coerente com os resultados de pesquisas sobre a exposição profissional a pesticidas. O que nos faz refletir quanto às melhores escolhas a ter com a nossa alimentação no momento de ir ao mercado ou ao supermercado.

 

 

Imagem

https://blogs.cfainstitute.org/marketintegrity/2014/01/09/accounting-for-agricultural-assets-to-fair-value-or-not-to-fair-value/

 

 

Partilhar:
Iva Lamarão

Iva Lamarão

Deixe uma resposta