Alcool um aperitivo para qualquer refeição

Quando saímos para almoçar ou para jantar, torna-se um ritual começarmos por tomar um vinho ou outra bebida álcoolica, enquanto esperamos por mesa ou pelo menu escolhido. Fazêmo-lo porque nos sabe bem,  sem ter a noção que estimulamos o ‘ apetite ‘ e, na verdade, as pessoas tendem a comer mais quando bebem álcool antes da refeição.

 

alcohol-party-cocktail-drink

Estudos mostram que uma bebida com álcool antes de almoçar ou jantar, tem o efeito de um ‘ aperitivo ‘.  

A ciência diz-nos também que, as áreas do cérebro activadas por odores alimentares são semelhantes aos induzidos por sinais de substâncias que provocam dependência , tais como o álcool. ( 1 ) Sugerindo que o álcool afecta zonas do cérebro, estruturas mesocorticolimbicas (ou seja, córtex pré-frontal , estriado , a área tegmental ventral / substantia nigra ), relacionadas com a adição do álcool e com o controle do apetite, como hipotálamo. ( 3 ) ( 4 ) 

 

How-Alcohol-Affects-the-Brain-and-Body

 

O hipotálamo tem uma função importante no processo motivacional por exercer um controle no sistema nervoso autónomo ( SNA ) e endócrino (hormonal). Assim, durante um comportamento motivado, o hipotálamo comanda as respostas do SNA ou endócrino para ajudar a execução do comportamento. E portanto, controla a libertação de hormonas, como a leptina nos adipócitos, que promove a saciedade e o controlo da fome. (3)

O que pode explicar o facto de, num restaurante, servirem sempre uma bebida antes da refeição…

 

alcohol-party-main

 

Por sua vez, quando ingerido durante a refeição, o álcool não promove o ‘ overeating ‘, ou seja, o aumento da procura de comida. Os niveis açùcar no sangue estão aumentados durante a refeição e, por sua vez também a sensibilidade a insulina ( que controla os açúcares no sangue ). O facto da leptina e a insulina exercerem controlos predominantes sobre vias distintas tem implicações sobre o próprio padrão de regulação temporal da fome. A insulina tem um efeito inibitório mais imediato sobre a fome enquanto a leptina tem um efeito mais intenso, porém mais tardio. (5) O que pode explicar o facto de álcool durante a refeição já não ter o mesmo efeito no apetite. 

No entanto, o controlo do apetite é complexo… E são variados os factores que influênciam o comportamento alimentar, mas o álcool é um deles… (1) (2)

 

 

Exercise-may-Protect-Brain-from-Alcohol-Damage

 

 

 

( 1 ) Bragulat V., Dzemidzic M., Bruno C., Cox Cari A., Talavage Thomas, Considine Robert V., Kareken David A.. Food-related odor probes of brain reward circuits during hinger: A pilot fMRI study. Obesity ( 2010 )18, 1566-1571.doi: 10.1038/oby.2010.57

( 2 ) Wayner Malhew J., Motor Control functions of the lateral hypothalamus and adjunctive behavior. Nov. 1970, vol. 5 ( 11 ): 1319 – 1325, doi: 10.1016/0031-9384(70)90048-X

( 3 ) Filbey FMClaus EAudette AR et al. Exposure to the taste of alcohol elicits activation of the mesocorticolimbic neurocircuitryNeuropsychopharmacology 20083313911401

( 4 ) Petrovich GDRoss CAHolland PCGallagher MMedial prefrontal cortex is necessary for an appetitive contextual conditioned stimulus to promote eating in sated ratsJ Neurosci 20072764366441.

( 5 ) Velloso Lício A., O Controle Hipotalâmico da Fome e da Termogénese – Implicações no desenvolvimento da obesidade. Revisão. Arq. Bras Endocrinol Metab 2006;50/2:165-176.

Partilhar:
Iva Lamarão

Iva Lamarão

Deixar uma resposta